Obesidade e apneia do sono

Qual é a conexão entre obesidade e apneia do sono? As pesquisas sugerem que a apneia do sono:

  • É altamente prevalente em pacientes com obesidade mórbida e está associada ao aumento do risco de arritmias cardíacas1
  • Chega a afetar 77% dos candidatos a cirurgia bariátrica2
  • Aumenta a ocorrência de complicações pós-operatórias graves em pacientes de cirurgia bariátrica3 e aumenta os custos hospitalares neste grupo de pacientes4
  • Deve ser considerada como parte dos cuidados perioperatórios para a cirurgia bariátrica5
  • O tratamento de pressão de ar necessário pode flutuar no pós-operatório, pois os pacientes bariátricos se submetem a alterações físicas drásticas (por exemplo, perda de peso). Os dispositivos de pressão positiva automática nas vias respiratórias (APAP) devem ser considerados como uma opção de tratamento durante esse período.6
  • Melhora com a perda de peso. A cirurgia não elimina necessariamente a apneia do sono em pacientes obesos, exigindo acompanhamento e monitoramento de longo prazo.7
  • Pode reaparecer com o ganho de peso pós-operatório em pacientes bariátricos.8
  • O desenvolvimento e a gravidade podem aumentar com o ganho de peso.9

Referências

Mais pesquisas

O Dr. Peter Farrell, fundador e presidente da ResMed, identifica os principais resultados de ...

Saiba mais sobre as diferenças entre dispositivos terapêuticos de pressão fixa e autoajustáveis.