DRS e hipertensão

Pessoas com distúrbios respiratórios do sono (DRS) têm maior propensão de desenvolver hipertensão, independente de todos os fatores de risco relevantes.1-4, 7 Este risco está relacionado à gravidade do DRS; quanto mais grave o DRS, maior o risco de desenvolvimento de hipertensão.

Durante o sono saudável, a pressão arterial diminui, porém, em vez disso, os pacientes com DRS tendem a apresentar:

  • pressão arterial elevada durante o sono
  • esforço cardiovascular prolongado, o que pode levar ao aumento da pressão arterial também durante o dia.

O DRS está presente em mais de 30% dos pacientes com hipertensão,5e emcerca de 80% dos pacientes com hipertensão resistente a medicamentos.6 Para este grupo de pacientes em particular, o tratamento com a terapia de pressão positiva nas vias respiratórias pode ser especialmente importante.8

Referências

  • 01

    Peppard PE et al. N Engl J Med. 2000

  • 02

    Lavie P et al. BMJ. 2000

  • 03

    Nieto FJ, Young TB et al. JAMA. 2000

  • 04

    Bixler EO, Vgontzas AN at al. Arch Intern Med. 2000

  • 05

    Sjostrom C, Lindberg E et al. Tórax. 2002

  • 06

    Logan AG, Perlikowski SM et al. J Hypertens. 2001

  • 07

    Marin JM et al. JAMA. 2012

  • 08

    Montesi et al. Journal of Clinical Sleep Medicine. 2012

Mais sobre comorbidades