Inovação e tecnologia

Algoritmos

 

AutoSet for Her

O novo algoritmo pioneiro no AirSense™ 10 AutoSet for Her  se baseia no já comprovado algoritmo AutoSet da ResMed e proporciona respostas terapêuticas que foram adaptadas às características da apneia obstrutiva do sono (AOS) em mulheres.

As pesquisas constataram que as mulheres com AOS têm mais resistência nas vias respiratórias superiores e maior limitação de fluxo do que a população em geral com AOS1, razão pela qual o algoritmo do AutoSet for Her foi projetado para ser mais sensível à limitação do fluxo.

Além disso, o algoritmo oferece alterações mais sutis na pressão terapêutica para minimizar as perturbações do sono. O algoritmo do AutoSet for Her também ajusta automaticamente a pressão AutoSet mínima caso várias apneias ocorram abaixo de um determinado limiar.

Disponível no dispositivo AirSense 10 AutoSet for Her.

 

AutoSet 

O algoritmo AutoSet da ResMed monitora continuamente o padrão respiratório exclusivo de cada paciente a cada respiração – todas as horas, todas as noites.

Quando o AutoSet detecta um evento, ele não aplica apenas uma resposta de pressão fixa. Em vez disso, o AutoSet avalia a gravidade de cada caso – se é uma limitação de fluxo, um ronco ou uma apneia – antes de determinar e fornecer a solução de pressão ideal mais baixa para tratar o evento.

Depois que o evento é tratado e a respiração do paciente se estabiliza, o AutoSet diminui gradualmente a pressão, enquanto continua monitorando a possibilidade de eventos recorrentes. Os pacientes continuam confortáveis por todo o processo, e recebem a pressão terapêutica ideal para o tratamento da sua AOS – nem mais, nem menos.

Disponível nos dispositivos AirSense 10 AutoSet e AirSense10 AutoSet for Her.

 

CPAP 

A pressão positiva contínua nas vias respiratórias (CPAP) é um tipo de terapia que fornece ar pressurizado a uma pressão fixa durante toda a noite para manter a via respiratória do paciente aberta, evitando que ele pare de respirar durante o sono.

Disponível em todos os dispositivos AirSense 10 e AirCurve™ 10.

 

ASV

O algoritmo ASV é a tecnologia de servoventilação adaptável (ASV) exclusiva da ResMed para proporcionar um tratamento eficaz, personalizado e confortável para uma série de distúrbios respiratórios obstrutivos e centrais.

Disponível no dispositivo AirCurve 10 ASV.

 

VAuto

No modo VAuto, o algoritmo AutoSet ajusta automaticamente a pressão em resposta à limitação do fluxo, ao ronco e às apneias, sendo voltado para pacientes que precisam de um suporte de pressão maior. Para recursos relacionados, consulte sobre disparo e ciclagem, TiControl™ e detecção de apneia central do sono.

Disponível no dispositivo AirCurve 10 S e AirCurve 10 VAuto.

 

S

No modo S, você pode definir duas pressões de tratamento – uma para inspiração (IPAP) e outra para expiração (EPAP). O dispositivo detecta quando o paciente está inspirando e expirando e fornece as pressões adequadas com base nisso. Para recursos relacionados, consulte sobre disparo e ciclagem, TiControl™ e Easy-Breathe.

Disponível no dispositivo AirCurve 10 S e AirCurve 10 VAuto.

Recursos tecnológicos

 

Rampa

Criada para tornar o início do tratamento mais confortável, a rampa está disponível em todos os modos. O tempo de rampa é o período durante o qual a pressão aumenta gradualmente a partir de uma pressão baixa inicial mais confortável até a pressão de tratamento prescrita.

Disponível em todos os dispositivos AirSense 10 e AirCurve 10.

 

AutoRamp™

O novo recurso AutoRamp com detecção de início do sono ajuda a tornar a terapia confortável desde o momento em que o paciente liga o dispositivo terapêutico. Incorporado à série AirSense 10 da ResMed, este recurso de rampa é ativado automaticamente, para que você não perca tempo ajustando a configuração de rampa de cada paciente.

Assim que o paciente liga o dispositivo, o AutoRamp começa – fornecendo uma pressão inicial baixa para ajudar os pacientes a adormecerem com facilidade. Em seguida, através de seus recursos exclusivos de detecção de início do sono, o AutoRamp responde elevando gradativa e confortavelmente a pressão até o valor prescrito no momento em que detecta que o paciente dormiu – fornecendo a terapia necessária a partir do momento necessário.

Com os tempos de rampa se adaptando automaticamente aos padrões de sono individuais de cada paciente, o AutoRamp permite aos pacientes um início personalizado, aproveitando ao máximo cada momento valioso do tempo de terapia.

Disponível nos dispositivos AirSense 10 Elite, AirSense 10 AutoSet for Her e AirSense 10 AutoSet.

 

Detecção de Respiração de Cheyne-Stokes (RCS) 

O novo recurso de detecção de Respiração de Cheyne-Stokes da ResMed ajuda a identificar pacientes que utilizam dispositivos de pressão fixa ou autoajustável e que podem apresentar padrões respiratórios de RCS. Por toda a noite, o algoritmo inteligente monitora continuamente os padrões respiratórios do paciente, verificando a extensão dos ciclos e buscando indicações de RCS.

A Respiração de Cheyne-Stokes (RCS) é um tipo de distúrbio respiratório do sono caracterizado por uma respiração crescente e decrescente periódica.

Disponível nos dispositivos terapêuticos  AirSense 10 Elite, AirSense 10 AutoSet for Her, AirSense 10 AutoSet e AirCurve 10 ASV.

 

Relatório de microdespertares relacionados a esforços respiratórios (RERA)

Os RERAs são períodos de maior esforço respiratório que levam a um despertar.2 Esses eventos RERA baseadas no fluxo são registrados e armazenados como dados resumidos e/ou detalhados e podem ser visualizados no AirView™, o sistema de gestão de pacientes em nuvem da ResMed.

Os relatórios de RERA estão disponíveis no AirSense 10 AutoSet for Her em todos os modos.  

 

Detecção de apneia central do sono (ACS) 

A detecção de ACS utiliza a técnica de oscilações forçadas (TOF) para determinar se a via respiratória do paciente está aberta ou fechada durante uma apneia. Quando é detectada uma apneia, pequenas oscilações de pressão (1 cmH2O pico a pico a 4 Hz) são adicionadas à pressão atual do dispositivo. O algoritmo de detecção de ACS utiliza o fluxo e a pressão resultantes (determinados na máscara) para avaliar se a via respiratória está aberta ou fechada.

A detecção de ACS está disponível nos dispositivosAirSense 10 AutoSet, AirSense 10 AutoSet for Her e AirSense 10 Elite.

 

Alívio de pressão expiratória (APE)

Projetado para tornar a terapia mais confortável, o alívio de pressão expiratória (APE) mantém o tratamento ideal para o paciente durante a inalação e reduz a pressão fornecida na máscara durante a expiração.

Disponível em todos os dispositivos AirSense 10.

 

Easy-Breathe

A forma de onda Easy-Breathe recria de forma inteligente o padrão de respiração individual do paciente, de modo que a respiração seja mais natural e a terapia, mais confortável.

Disponível em todos os dispositivos AirSense 10 e AirCurve 10.

 

Vsync

O Vsync é um algoritmo de gerenciamento de fuga e produto da vasta experiência que a ResMed tem com ventilação não invasiva (VNI). O Vsync monitora e compensa a fuga não intencional pela máscara, para que os pacientes recebam a pressão terapêutica prescrita. Trabalhando em sincronia com o TiControl, o Vsync garante uma detecção de respiração confiável (sincronização paciente-dispositivo), mesmo em condições de fuga alta.

Disponível em todos os dispositivos AirCurve 10.

 

Disparo e ciclagem

Em condições normais, o dispositivo é acionado (inicia IPAP) e alterna (termina IPAP e muda para EPAP) quando detecta a mudança no fluxo do paciente. A detecção da respiração do paciente é incrementada pela gestão automática de fuga da ResMed. Além disso, o dispositivo tem sensibilidade ajustável de disparo/ciclagem para otimizar o nível de sensibilidade de acordo com as condições do paciente.

Disponível nos dispositivos AirCurve 10 VAuto e AirCurve 10 S.

 

TiControl - Controle do tempo inspiratório

Exclusivo dos dispositivos de dois níveis da ResMed, o TiControl permite que o médico defina limites mínimos e máximos para o tempo em que o aparelho permanece em IPAP. Os limites de tempo mínimo e máximo são definidos nos dois lados do tempo de inspiração espontâneo ideal do paciente, proporcionando uma janela de oportunidade para que o paciente alterne espontaneamente para EPAP.

O limite de tempo mínimo é definido através do parâmetro Ti Mín e o limite de tempo máximo é definido através do parâmetro Ti Máx.

Os parâmetros Ti Máx e Ti Mín de TiControl desempenham um papel significativo na maximização da sincronização, intervindo com eficácia para limitar ou prolongar o tempo inspiratório quando necessário. Isso assegura a sincronização, mesmo em presença de fuga significativa pela boca e/ou pela máscara.

Disponível nos dispositivos AirCurve 10 VAuto e AirCurve 10 S.

 

Climate Control

O Climate Control é um sistema inteligente que controla o umidificador aquecido HumidAir™ e o tubo de ar aquecido ClimateLineAirTM para fornecer níveis constantes e confortáveis de temperatura e umidade durante a terapia.

 

Climate Control Auto

Com a opção avançada Automática do Climate Control, tanto a temperatura quanto a umidade são predefinidas nos níveis projetados para oferecer o conforto ideal.  Assim, os pacientes podem receber uma umidificação confortável apenas conectando o tubo aquecido ClimateLineAir™ e pressionando Iniciar. Sem configurações para alterar ou menus complicados para navegar.

 

Climate Control Manual

Para pacientes que desejam maior controle sobre as configurações, o Climate Control Manual permite que o paciente ajuste a temperatura e a umidade na configuração mais confortável para ele.

No Climate Control Manual, a temperatura do tubo e o nível de umidade podem ser ajustados de forma independente; porém, não há garantia de proteção contra condensação. 

 

Temperatura do tubo

Se o ar na máscara estiver quente ou frio demais, o paciente poderá ajustar a temperatura para torná-la mais confortável ou poderá desligá-la totalmente. A temperatura do tubo pode ser ajustada em qualquer ponto entre 16 e 30 °C (60 e 86 °F).

O sensor de temperatura localizado no lado da máscara do tubo de ar aquecido ClimateLineAir permite que o sistema controle automaticamente a temperatura do ar administrado ao paciente. Isso garante que a temperatura do ar fornecido ao paciente não fique abaixo da temperatura mínima definida, maximizando assim o conforto respiratório.

 

Nível de  umidade

O umidificador umedece o ar e foi projetado para tornar a terapia mais confortável. Se o paciente ficar com o nariz ou a boca secos, aumente a umidade. Se o paciente ficar com umidade na máscara, reduza a umidade.

O nível de umidade pode ser definido como Desl ou entre 1 e 8, onde 1 é a configuração de umidade mínima e 8, a mais alta.

Para cada configuração do umidificador, o sistema Climate Control fornece uma quantidade constante de vapor de água ou umidade absoluta (UA) para a via respiratória superior do paciente.

Disponível em todos os dispositivos AirSense 10 e AirCurve 10.

 

Gerenciamento de fuga

Os dispositivos das séries AirSense 10 e AirCurve 10 monitoram e compensam as fugas ajustando o fluxo basal de forma contínua e automática. Nos dispositivos AirCurve 10, isso permite o fornecimento de uma pressão terapêutica confiável, mantendo a sincronia paciente/ventilador. Para algoritmos relevantes, consulte Vsync.

Disponível em todos os dispositivos AirCurve 10.

Para dispor de um método de tratamento totalmente integrado, prescreva produtos ResMed Air Solutions para seus pacientes com apneia do sono.

Loja on-line

Contate um representante de vendas

Referências

  • 01

    Mohsenin V. Gender differences in the expression of sleep-disordered breathing: role of upper airway dimensions. Chest 2001; 120(5):1442-7.