ResMed toma medidas para defender patentes

Ações movidas contra a APEX Medical Corp. por violação de patentes sobre dispositivos e máscaras

SAN DIEGO, 28 de março de 2013 – A ResMed, uma empresa inovadora e pioneira no desenvolvimento de produtos para o tratamento de distúrbios respiratórios do sono e problemas respiratórios, entrou com ações judiciais paralelas na Comissão de Comércio Internacional (ITC) e em um tribunal federal americano para parar a violação de patentes da ResMed.

A ResMed abriu as ações contra a fabricante taiwanesa APEX Medical e seu distribuidor nos EUA, a Medical Depot, Inc., fazendo negócios em nome da Drive Medical Design and Manufacturing. A ResMed alega que várias de suas patentes foram violadas por vários produtos da Apex, incluindo:

  • As máscaras APEX WiZARD 210 e WiZARD 220
  • As máscaras idênticas Freedom 210 e Freedom 220 produzidas pela APEX e vendidas pela Medical Depot
  • Os geradores de fluxo APEX iCH e XT Fit

A ResMed está solicitando à ITC que pare a importação e venda desses produtos nos Estados Unidos, e ao tribunal federal dos EUA que pare a violação e imponha uma indenização contra os réus.

"Há mais de duas décadas, a ResMed gera avanços significativos em produtos inovadores para a terapia de distúrbios respiratórios do sono", afirmou David Pendarvis, consultor jurídico global e diretor administrativo (CAO) da ResMed. "Investimos mais de cem milhões de dólares em pesquisa e desenvolvimento a cada ano para estimular esses avanços, e outras empresas não devem poder violar a propriedade intelectual da ResMed usando nossa tecnologia."