ResMed abre ação em defesa de suas patentes contra a BMC e 3B

Ações movidas por violação de patentes sobre dispositivos e máscaras

SAN DIEGO, 5 de junho de 2013 – A ResMed (NYSE: RMD), uma empresa inovadora e pioneira no desenvolvimento de produtos para o tratamento de distúrbios respiratórios do sono e problemas respiratórios, entrou com uma ação no Tribunal Federal dos EUA, Distrito Sul da Califórnia em San Diego, para parar a violação de patentes da ResMed.

A ação é contra a fabricante chinesa de dispositivos médicos BMC Medical Co., Ltd. e sua subsidiária de vendas nos EUA, a 3B Products, LLC, por violação de patente associada aos seguintes produtos:

·         Os dispositivos RESmart CPAP e RESmart Auto CPAP

·         A interface de almofadas nasais Willows e a máscara nasal iVolve.

A ResMed solicitou ainda a adição da BMC ao seu processo pendente junto à Comissão de Comércio Internacional (ITC) contra a fabricante taiwanesa APEX para parar a importação e as vendas desses produtos nos Estados Unidos.

O processo da ITC contra a APEX, iniciado em 27 de março de 2013, também denominada Medical Depot, Inc., fazendo negócios em nome da Drive Medical Design and Manufacturing (Drive), no caso de violação de patentes. Em 30 de maio, a Drive Medical Design and Manufacturing apresentou documentos afirmando que está preparada para assinar um compromisso de cessação prometendo parar a importação e as vendas dos produtos APEX citados no processo da ITC. 

"A ResMed consolidou seu diferencial exclusivo no mercado investindo em tecnologia superior e em inovação orientada pela ciência médica para a terapia de distúrbios respiratórios do sono", afirmou David Pendarvis, consultor jurídico global e diretor administrativo (CAO) da ResMed. "Vamos continuar a defender nossa tecnologia proprietária fazendo valer nossas patentes".