Caso de violação de patente da ResMed contra a BMC avança: Comissão de Comércio Internacional concorda em investigar

SAN DIEGO, 21 de agosto de 2013 – A Comissão de Comércio Internacional (ITC) concordou em investigar a fabricante chinesa de dispositivos médicos BMC Medical Co., Ltd. e seus distribuidores, a 3B Medical Inc. sediada na Flórida e a 3B Products, LLC. A investigação foi iniciada por solicitação da ResMed (NYSE:RMD) uma empresa global inovadora e pioneira no desenvolvimento de produtos para o tratamento de distúrbios respiratórios do sono e problemas respiratórios. A ResMed também entrou com uma ação na Justiça Federal contra a BMC em maio, alegando violação de patente pelos seguintes itens:

·         Os dispositivos RESmart CPAP e RESmart Auto CPAP, e

·         A interface de almofadas nasais Willow e a máscara nasal iVolve.

A ResMed entrou com uma ação legal semelhante no início deste ano contra a fabricante taiwanesa APEX Medical Corp., alegando uma violação de patente que resultou na proibição de comercialização dos produtos infratores no mercado dos EUA.

"A iniciativa da ITC de investigar este caso contra a BMC foi um estímulo", afirmou David Pendarvis, consultor jurídico global e diretor administrativo (CAO) da ResMed. "Há mais de duas décadas, a ResMed vem produzindo avanços significativos em produtos inovadores para a terapia de distúrbios respiratórios do sono. Investimos mais de 100 milhões de dólares em pesquisa e desenvolvimento a cada ano para estimular esses avanços, e outras empresas não devem ter permissão de infringir a propriedade intelectual da ResMed usando nossa tecnologia."