SERVE-HF; O maior estudo do mundo de distúrbios respiratórios do sono na insuficiência cardíaca conclui o recrutamento

Os resultados, esperados em 2016, caminham para demonstrar o impacto do tratamento eficaz da apneia central do sono sobre a morbidade e a mortalidade na população com insuficiência cardíaca

AMSTERDAM,   3 de setembro de 2013 – A ResMed (NYSE: RMD), pioneira e líder mundial em medicina respiratória e do sono, anunciou hoje no Congresso da Sociedade Europeia de Cardiologia 2013 que o SERVE-HF concluiu as inscrições.1 O SERVE-HF é um estudo randomizado internacional com 1.325 participantes que investiga se o tratamento de distúrbios respiratórios do sono do tipo central (apneia central do sono) melhora a sobrevida e os resultados de pacientes com insuficiência cardíaca estável.

Aproximadamente 14 milhões de pessoas na Europa vivem com insuficiência cardíacae o distúrbio respiratório do sono do tipo central é tido como uma comorbidade de alta prevalência nesses pacientes. Com uma estimativa de 30 a 50% dos pacientes com insuficiência cardíaca potencialmente em risco,3,4,5, os resultados do SERVE-HF podem trazer consequências importantes para a gestão futura desses pacientes.

"A conclusão do recrutamento para o SERVE-HF foi um marco importante neste experimento de referência," afirmou um dos investigadores principais, o professor Martin Cowie, do Hospital Royal Brompton de Londres. "Devemos muito ao empenho e à dedicação dos investigadores do SERVE-HF e a uma forte colaboração entre especialistas do sono e cardiologistas. Aguardamos ansiosos pelos resultados em 2016 e por uma maior compreensão de como é importante o tratamento dos distúrbios respiratórios do sono do tipo central em pacientes com insuficiência cardíaca."

O SERVE-HF irá, pela primeira vez, fornecer evidências conclusivas do impacto sobre a saúde de tratar com eficácia pacientes com insuficiência cardíaca que sofrem de distúrbios respiratórios do sono do tipo central. O experimento, iniciado em 2008, é patrocinado pela ResMed. Concebido como um estudo guiado pela evolução dos eventos, sua conclusão está prevista para meados de 2015 e espera-se que os resultados estejam disponíveis no primeiro semestre de 2016.

Distúrbios respiratórios do sono do tipo central (apneia central do sono) 

Estudos têm demonstrado que pacientes com padrão respiratório crescente e decrescente anormais, chamado de apneia central do sono com respiração de Cheyne-Stokes (ACS-RCS), têm pior qualidade de vida e aumento da mortalidade.6,7,8 Entre 30 a 50% dos pacientes com insuficiência cardíaca podem sofrer de distúrbios respiratórios do sono do tipo central3,4,5 o que significa que esse problema provavelmente se aplica a milhões de pacientes em toda a Europa que vivem com insuficiência cardíaca estável. No entanto, estudos até o momento indicam que o tratamento da ACS-RCS com servoventilação adaptável (ASV) PaceWaveTM durante o sono normaliza a respiração, controla os distúrbios respiratórios do sono, melhora a função cardíaca7 e pode levar a um aumento da sobrevida e melhora qualidade de vida.8,9,10

Sobre o SERVE-HF11

O SERVE-HF está sendo realizado em mais de 80 locais na Alemanha, França, Reino Unido, Noruega, Suécia, Dinamarca, Finlândia, Austrália, Suíça, Países Baixos e República Checa.

O principal objetivo do estudo é determinar se o controle da ACS-RCS com a tecnologia ASV de ventilação minuto por PaceWave™ propriedade da ResMed (encontrada nos dispositivos AutoSet CS™ e VPAP™ Adapt) aumenta as taxas de sobrevida e diminui o alto custo das internações nessa população de pacientes. O ASV é um método inteligente de ventilação não invasiva que monitora continuamente e estabiliza os padrões respiratórios de pessoas com distúrbios respiratórios do sono durante a noite.

"O objetivo do SERVE-HF é avaliar não só as taxas de sobrevida, mas também investigar se a servoventilação adaptável melhora a qualidade de vida, o sono e as mudanças fisiológicas associadas à insuficiência cardíaca," afirmou o professor Cowie. "Além disso, será realizada uma análise econômica de saúde para avaliar os possíveis benefícios econômicos da terapia."

"Dada a prevalência de apneia central do sono em pacientes com insuficiência cardíaca, especialmente nos homens, seu tratamento pode ser crucial para melhorar os resultados da insuficiência cardíaca no futuro," acrescentou um dos principais investigadores, o professor Helmut Teschler, diretor médico do Departamento de Pneumologia, Clínica Ruhrland, Essen, Alemanha.

Embora já existam associações claras entre os distúrbios respiratórios do sono e a insuficiência cardíaca9, o diagnóstico, o tratamento e o controle dos distúrbios respiratórios do sono permanecem no domínio da medicina do sono ou respiratória, com envolvimento limitado de cardiologistas até o momento. O objetivo do estudo é obter maior envolvimento dos cardiologistas no controle de distúrbios respiratórios do sono em pacientes com insuficiência cardíaca.

Informações adicionais, atualizações e notícias do estudo podem ser obtidas no site dedicado do estudo SERVE-HF www.servehf.com.

NOTAS AOS EDITORES

Distúrbios respiratórios do sono na insuficiência cardíaca: Um grupo de trabalho europeu 

Segunda-feira, 2 de setembro de 2013 testemunha o encontro inaugural de um novo Grupo de Trabalho Europeu voltado especificamente para a identificação de necessidades não atendidas e o aperfeiçoamento dos resultados em pacientes com insuficiência cardíaca e distúrbios respiratórios do sono. Incluindo uma série de profissionais experientes nas áreas de cardiologia e distúrbios do sono, o Grupo de Trabalho passará os próximos dois anos apoiando a ResMed no aprimoramento das informações e na conscientização do atendimento ideal para esses pacientes.  

Sobre a ResMed

A
ResMed é líder em desenvolvimento, fabricação e distribuição de equipamentos médicos para tratamento, diagnóstico e controle de distúrbios respiratórios do sono e outros problemas respiratórios. A empresa se dedica a desenvolver produtos inovadores para melhorar a vida das pessoas que sofrem com essas patologias e aumentar a conscientização entre os pacientes e profissionais de saúde sobre as graves consequências para a saúde que podem advir de distúrbios respiratórios do sono não tratados. Para obter mais informações sobre a ResMed, visite www.resmed.com.

Contatos de mídia 

Para obter mais informações ou comentários sobre o SERVE-HF ou o Grupo de Trabalho Europeu sobre distúrbios respiratórios do sono na insuficiência cardíaca, entre em contato com:

Tim Cockroft

RM Eclipse

+44 207 861 2805

+44 7957 325 583

tim@rmeclipse.com

Odile Bigaignon

Diretor de cardiologia, Europa

ResMed 

+33 426 100 245

+33 6 26 38 55 58

Odile.Bigaignon@resmed.com

Holger Woerhle

Diretor médico do estudo SERVE-HF e diretor médico, Europa

ResMed 

+49 160 538 60 00

Holger.Woehrle@resmed.com   

Gretchen Griswold

Diretor, Comunicação corporativa global

ResMed

+1 858 836 6789

Gretchen.Griswold@resmed.com

Referências

1 Cowie M, Teschler H. Treatment of predominant central sleep apnoea by adaptive servo ventilation in patients with heart failure (Serve-HF). Disponível em: http://clinicaltrials.gov/ct2/show/NCT00733343 [acessado pela última vez, julho de 2013].

2 Os dados sobre insuficiência cardíaca na Europa são estimados. Uma estimativa comum é '14 milhões de europeus." J Am Coll Cardiol  2009;53:1960-64, o que seria ~ 3,3% da população da UE-27 acima de 14 anos. Uma comparação da prevalência de insuficiência cardíaca de base populacional em Framingham, Ma (NHLBI, 2006, Chart Book on Cardiovascular and Lung Diseases, Tabela 5-42) e na cidade holandesa de Rotterdam (consulteEuropeu Heart Journal 1999 Mar;20(6):447-55) sugere taxas de prevalência de insuficiência cardíaca relativamente parecidas (~3,5%).

3 Akiko Noda et al. Therapeutic strategies for sleep apnea in hypertension and heart failure. Pulmonary Medicine 2013;814169.  

4 Olaf Oldenburg et al., Sleep-disordered breathing in patients with symptomatic heart failure. European Journal of Heart Failure 2006;doi:10.1016/j.ejheart.2006.08.003.

5 Paulino et al. Prevalence of sleep-disordered breathing in a 316-patient French cohort of stable congestive heart failure. Archives of Cardiovascular Disease 2009;102:169-75.

6 Pina et al. Pathophysiological and clinical relevance of simplified monitoring of nocturnal breathing disorders in heart failure patients. European Journal of Heart Failure 2009;11:264-72;doi:10.1093/eurjhf/hfp006

7 Sharma et al. Adaptive servo-ventilation for treatment of sleep-disordered breathing in heart failure: A systematic review and meta-analysis. Chest 2012;142(5):1211-21.

8 Carole Philippe et al. Compliance with and efficacy of adaptive servo-ventilation (ASV) versus continuous positive airway pressure (CPAP) in the treatment of Cheyne-Stokes respiration in heart failure over a six month period. Heart 2006;92(3):337-42.Epub 2005 Jun 17.

9 Carmona-Bernal et al. Quality of life in patients with congestive heart failure and central sleep apnea. Sleep Medicine 2008;9(6):646-51.

10 Olaf Oldenburg. Cheyne-Stokes Respiration in Chronic Heart Failure – Treatment With Adaptive Servoventilation Therapy. Circulation Journal 2012;Vol.76.

11 Martin Cowie et al. Rationale and design of the SERVE-HF study: treatment of sleep-disordered breathing with predominant central sleep apnoea with adaptive servo-ventilation in patients with chronic heart failure. Eur J Heart Fail 2013;15(8):937-43.